terça-feira, 8 de março de 2011

Todo dia é das mulheres

mulher mulher mulher
quem te fez pairou rodopiou e caiu num paradoxo
bela frontes delicadas espinhos
feitas de terra e água
mas por dentro fogo!
um ardente espirito de mãe e amante
um calor em tem seio que provem o mundo
te fez para fazer
moldada para moldar
teus servos são a criação e o desenvolvimento
tudo se volta à essa origem
nos adaptamos à você mulher
são damas todas
senhoras de mim
e de cada pedra
e  em meio em a cada pedra
despontam dificuldades uma fortaleza
cercando e protegendo
os reles outros
que nem se dignam a ser denominados
apenas filhos seus
penas seus amantes
penas seus acessórios

Se eu consegui meu intento
vou ouvir a musica mulher
foi ouvir a musica mulher
e escrever o que ouvi
mas claro que por mais que eu me esforce
não posso ter o ritmo
a harmonia
a graça
a beleza
por isso sai assim palavras toscas perto de tudo isso que é