sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Pequenos pensamentos II


Te amo

Decidi não mais te entender
Vou apenas aproveitar
Desfrutar sua presença

Pensei que seria egoísmo
parar de tentar ajudar
Beber de sua carência

Achei suas maravilhas impossíveis
Algo errado de tão especial
Pequei cego quanto a verdade

Especiais, nosso carinho gratuito
sem porquê nem pra quê
pura amizade que perfaz
nosso ser

Água cristalina, almas unidas
Rindo de estar com você
Felizes só de nos ver

Inevitável, imutável, inegável
Ontem, hoje, amanhã
Aqui em outro lugar
Juntos ou separados
Num caminho ou solitários

Sempre irmãos infinitos