segunda-feira, 20 de maio de 2013

Speaking in flames




Sinto a sanidade prestes a arrebentar
Mas não temam
fui amaldiçoado com bom senso
Acordo todo dia pensando na faca
Durmo sonhando com fim do poço
Mas não temam
serei vivo alegre e melhor todo dia
Cada célula é desgosto autodestrutivo
Busco a perda como amante
Mas não temam
Sentimento não passa
Sou capaz de qualquer coisa
E nada farei
Potencial eterno, um vazio sangue
Guerreiro desde sempre
Ainda que tenha abdicado da espada
Mas não temam
Não sofrerei. Machucarei
Sem vingança ou ódio. apenas destino
Um homem e por fim humanidade
Passos pequenos de um apocalipse
Mas não temam
Quero o bem menos pra mim
O que devem temer sou eu
Mas não é preciso me temer
Vou me consumir em paz
Apenas um morto-vivo fútil
Lembrem-se apenas:
aquele lugar quente e cruel
o lugar do mal e do pecado
está aqui dentro.