domingo, 24 de abril de 2011

Entre pai e filho

Muitos vivem e não vêem a vida passar de maneira real
Pode despertar o olhar,
assim como quando uma foto chama a atenção
por lembrar um lugar despercebido
mas que sempre esteve lá.

Aqueles que passam a semana pra viver no fim de semana
entre boates e drinks não captam o sentido da vida
nem de fato sabem o que é viver:
Nem tudo que respira e se mexe esta vivo!

Quem sabe estas pessoas estão se iludindo
pensando que desta forma esquecerão algo que as fizeram sofrer
Ou apenas tentando se incluir
pois se acham excluídas ou ignoradas.

Quem sabe elas não sabem que ser pessoa é sofrer
e aproveitar mesmo assim
Que ser pessoa é buscar o que se quer
e não conseguir o que seus desejos almejam.

Algumas chegam a pensar que estão mortas de tanta solidão no meio da multidão.
Alguma estão mesmo mortas apesar estarem em família
Até lembranças são mais vivas que aqueles que vivem para esquecer.

Depende da natureza de cada um
pois algums esperam das famílias algo que só encontram fora.
Alguns procuram fora o que só depende delas
Pois é o papel da familia também:
Estar tão proximo que dê pra saber que coisas são estas ai
Dá pra auxiliar sem modificar o outro.

São essas coisas simples que mudam tudo e fazem o mundo girar
Todos nós precisamos de um héroi anônimo na família
que dá sem cobrar ou querer algo em troca
mesmo que seja para nossa felicidade.

Só depende de nós
Esse herói é a consciência
Mas conciência leva um tempo para ser a favor
Ela é arrogante como todo jovem
que quer vencer
Não sabe nem se o bem ou o mal.

Não dá prá enteder
Porque se leva tanto tempo para adquirir
O quão curta é a vida?
Levamos uma vida para entender o significado do que vivemos
As experiências são o que o nosso campeão consciência deve salvar.

Todos nós temos missão dura
Enquando achamos que sabemos alguma coisa por estudo ou dinheiro
e pensamos que somos fortes
mais não conseguimos cumprir essa missão:
Deixamos de acompanhar e perigosamente nos impomos
Tudo se resume numa palavra para toda a vida perdendo ou ganhando ajudando ou sendo ajudado:
Humildade.

Autores: André Duarte e José Duarte

Essa foi nossa experiência. Reflita sobre sua relação familiar e comente aqui, chame seus colegas para essa reflexão!