quinta-feira, 11 de setembro de 2014

RED

Não pense no que poderia fazer por mim
Não se endivide por minhas injúrias
Não sinta pena ou queira me abraçar por minha tristeza
Apenas escute as lágrimas pelo rosto duro
Num caminhar para fora do escuro
Vou dormir e acordar novo
Pense em mim por isso
Imperfeito que luta
Pergunte pelos meus desafios
Sinta orgulho das pequenas vitórias
Apenas me escute
Vou cair e vou levantar
Perder ou ganhar
Esteja lá comigo
Não precisa acreditar
Já me dou crédito
Não precisa olhar por mim
Cuido disso
Esteja lá por ser legal
Seja lá por si mesma
Desabroche flor
Sou terra jardim
Vamos compor um quadro de dois seres
Somar detalhes, fazer uns universos independentes
Rir uns mundos sem culpa